Saúde em Ação Menu

Linhas de Cuidado

Volume 1 - Manual do Gestor

Transporte do RN

Abaixo, são destacados alguns pontos sobre diferentes situações de transporte intra e inter-hospitalar:

TRANSPORTE DA SALA DE PARTO PARA A UTI/UCI

Material e equipamentos

• Berço de transporte adaptado, cilindro O2 e oxímetro de transporte

• Berço comum, cobertor, touca

• Balão de reanimação com reservatório

• Reanimador neonatal manual

• Máscara de O2 para RN prematuro e RN a termo

• Extensão de látex

• Luvas de procedimento

Indicação

• Para UTI: berço de transporte comum adaptado com reservatório de O2

• Nos demais casos, berço comum

Técnica

• Garantia de disponibilidade a qualquer momento

• Avaliação periódica do funcionamento

• Transporte apenas após a estabilização do RN no CO

• Contato prévio com a equipe da UTI para preparo do leito e dos equipamentos necessários

• Ajuste dos parâmetros ventilatórios antes de iniciar o transporte

• Cuidado com movimentos bruscos que possam levar à extubação ou perda do acesso venoso

Equipamento de Proteção Individual

• Luvas de procedimento

Agentes

• Médico do CO e/ ou da UTI, enfermeiro, técnico de enfermagem

TRANSPORTE INTRA-HOSPITALAR

Material e equipamentos

• Berço comum se RN com peso > 1.700 g, estável e exame simples

• Incubadora aquecida se RN com peso < 1.700 g e/ou instabilidade térmica, hemodinâmica, respiratória ou neurológica e exame de risco

• Oxímetro de pulso (RN em incubadora aquecida ou em O2 inalatório)

• Bomba de infusão, se necessário

• Maleta de transporte sempre que o transporte for feito em incubadora

Documentação

• Pedido do exame ou do procedimento

• Prontuário com exames anexados

• Relatório de transporte

• Termômetro

• Estetoscópio

Técnica

• Checar condições especiais para o exame solicitado e providenciar o preparo do RN

• Confirmar horário e local

• Checar disponibilidade e funcionamento dos equipamentos e materiais previamente determinados pela equipe

• Reunir documentação necessária

• Assegurar a estabilidade do RN antes de colocá-lo na incubadora de transporte e instalar os dispositivos necessários

• Afixar a cadeira, colocar a criança e acertar os cintos

• Anotar no prontuário o horário de saída e as condições gerais do RN

• Avaliar o RN durante o transporte: atividade, padrão respiratório, perfusão periférica, coloração da pele, movimentação, temperatura, permeabilidade de acesso venoso e presença de infiltração

• Manter a permeabilidade das vias aéreas

• Caso seja previsto que o exame levará mais de 30 minutos, levar material para higiene do RN e verificar temperatura a cada 30 minutos

• Após o exame, retornar com o RN para a unidade e colocá-lo no leito mantendo as condições e os dispositivos prescritos

• Documentar no relatório de transporte e descrever para os profissionais responsáveis pelo RN as condições do RN, os dispositivos utilizados, intercorrências e condutas durante o transporte e a realização do exame

• Anexar cópia do relatório de transporte no prontuário do RN

• Encaminhar equipamentos para o expurgo

• Repor materiais e medicamentos utilizados durante o transporte

• Checar se os cilindros de O2 estão fechados e trocar os vazios

• Anotar a ocorrência no livro de plantão

Equipamento de Proteção Individual

• Luvas e protetor ocular, se necessário

Agentes

• Técnicos de enfermagem (se RN com estabilidade respiratória e hemodinâmica com ou sem O2) para realização de exames sem risco

• Médico capacitado em cuidados neonatais e técnico de enfermagem/enfermeira quando o RN com instabilidade hemodinâmica, respiratória ou neurológica ou no caso de exame com algum risco.

TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR

Material e equipamentos

• Maleta de transporte completa: medicamentos, material de urgência e material para higiene e conforto do RN

• Berço comum no hospital e cadeira de transporte na ambulância

• Incubadora aquecida para todas as crianças no período neonatal

• Oxímetro de pulso (RNs em incubadora aquecida ou fazendo uso de oxigênio inalatório)

• Bomba de infusão se necessário

Documentação

• Consentimento assinado pelos pais

• Documento de transferência com confirmação de vaga, dados do hospital de destino e profissional de contato

• Cópia da prescrição médica e de anotações da enfermagem

• Relatório médico

• Relatório de transporte

Técnica

• Garantir a vaga no hospital de destino e elaborar documento de transferência

• Orientar os pais e solicitar consentimento (dispensável em caso de risco de vida e/ou ausência dos pais)

• Solicitar e especificar o tipo de transporte

• Checar disponibilidade e funcionamento dos equipamentos

• Emitir relatório médico e anexar cópia do prontuário

• Anexar caderneta de vacinação e coleta de PKU

• Confirmar horário de saída

• Avaliar e anotar as condições gerais do RN, verificar e anotar FC, FR, temperatura e comunicar o médico se mudança nos parâmetros para estabilização

• Colocar o RN na incubadora e instalar os dispositivos necessários ou no berço comum, se for o caso

• Afixar a cadeira de transporte, colocar a criança, adequar o cinto

• Anotar no prontuário o horário de saída e as condições gerais do RN

• Avaliar o RN durante o transporte: atividade, padrão respiratório, perfusão periférica, coloração da pele, movimentação, temperatura, permeabilidade de acesso venoso e presença de infiltração

• Manter a permeabilidade das vias aéreas

• Documentar no relatório de transporte e descrever as condições do RN, os dispositivos utilizados, intercorrências e condutas na chegada ao serviço de destino

• Anexar cópia do relatório de transporte, documento de responsabilização do profissional que recebeu o RN e da autorização da mãe no prontuário do RN

• Encaminhar equipamentos para o expurgo

• Repor materiais e medicamentos utilizados durante o transporte

• Checar se os cilindros de O2 estão fechados e trocar os vazios

• Anotar a ocorrência no livro de plantão

Equipamento de Proteção Individual

• Luvas e protetor ocular, se necessário

Agentes

• Técnicos de enfermagem (se RN com estabilidade respiratória e hemodinâmica com ou sem O2

• Médico capacitado em cuidados neonatais e técnico de enfermagem/enfermeira



topo